19/09/2016

Plus Size- Vamos falar sobre isso?


Oi, gente linda! Tudo bem? Espero que sim! :)

Hoje vim falar com vocês sobre um assunto que deve ser bastante discutido, mas, que infelizmente, ainda existe tanto preconceito: A moda Plus Size. 

Fofa, fofinha. Gordinha. Quem convive com alguns (ou muitos) quilos a mais já deve ter ouvido pelo menos um desses eufemismos. Embora mais de 50% da população brasileira esteja acima do peso, muitas pessoas ainda não conseguem falar a palavra que define esse grupo sem esbarrar em um certo pudor. Sim, são gordos. Gordos e gordas. Não precisa usar o termo no diminutivo. E não há mal nenhum nisso. Mesmo!

Essa dificuldade em pronunciar uma simples palavra que, no fim, nada mais é do que uma característica – como baixa, alta, magra, grisalha, loira, negra – venha do problema que é enxergar o termo “gorda” sem ser uma ofensa. Isso porque, desde pequenas, somos bombardeadas com a ideia de que ser magra é ser normal. A Barbie é alta e tem a cintura fina, a mocinha da novela passeia de biquíni de lacinho na praia sem mostrar uma dobrinha sequer na barriga, até nossa mãe provavelmente já disse que não poderia repetir o prato daquela macarronada deliciosa que ela mesma fez no domingo porque não queria ficar gorda para o verão. É assim, com essas pequenas situações do dia a dia, que vamos criando a ideia de que ser magra – e somente ser magra – vai nos tornar bonitas. Ignoramos o fato de que nosso biotipo não é o mesmo da Gisele Bündchen e passamos a negar aquela sobremesa depois do almoço. Não demora para que descubra uma dieta daquelas que nos faz perder muitos quilos em um mês, mas que precisa de um “remedinho” para surtir efeito – e ignoramos os efeitos colaterais da bula. Esquecemos que nenhum metabolismo é igual, e que nem sempre o padrão é justo com todas.

Padrão. Bem, será que existe um "padrão" correto? Um "padrão" que todas devemos seguir? NÃO! Não mesmo! No meu ponto de vista, devemos ser felizes com o nosso padrão, o nosso biotipo, nos aceitarmos lindas, belas e gordas, como somos e sermos feliz dessa forma.

Vejo que as marcas plus size (aqui no Brasil) investem muito no básico, esquecendo que o número do manequim não define estilo. Cada pessoa é única, com suas preferências, gostos e necessidades. A moda plus size deve ser mais divertida, mais alegre, mais ousada. As empresas precisam olhar para o seu consumidor e perceber suas necessidades antes de pensar no lucro. 

Aliás, oferecer a mesma peça para quem veste 36 ou 50 é novidade só aqui. A gigante norte-americana Forever 21, por exemplo, conta com uma das mais bacanas seleções para as curvilíneas: saia lápis, longos listrados, shortinho jeans, macacão… Aquelas peças que, aqui no Brasil, causam desejo instantâneo quando se vê no manequim da loja para, logo em seguida, desencadear a frustração por não serem encontradas em numerações maiores.

O mercado plus size na Europa e nos Estados Unidos já foi estabelecido há muito mais tempo do que no Brasil. Naturalmente, isso consolida uma diferença significativa. Mas estamos evoluindo muito, e espero que o mercado e as marcas brasileiras olhem cada vez mais para essa moda, que já é muito valorizada lá fora.





Abaixo vou deixar o link de blogueiras plus size maravilhosas, confiram o conteúdo delas! :)

Pati Quental: Doce Feito Pimenta
Lívia Chaves: Lívia Chaves- Moda Estilo Beleza Divação
Thais Brito: Thais Brito- Modelo Plus Size

Bom meus amores, por hoje é isso e espero que tenham gostado do post, pois fiz com muito carinho! Vamos lembrar sempre que corpo, ser magra ou gorda, alta ou baixa, não nos define como pessoas! E que, além de tudo isso, vamos nos amar da maneira que somos e sermos felizes! SE ACEITEM LINDAS COMO SÃO! :)E moda existe para todas nós, todos os biotipos, estilos e características. O importante é nos sentirmos bem com o que estamos vestindo e acima de tudo nos sentirmos bem com nossa imagem! 
Conheçam o trabalho dessas blogueiras incríveis que citei acima.

Beijos Carinhosos,
Lilica

23 comentários:

  1. Oi Lilica, concordo totalmente, na minha opinião os padrões são tão distorcidos, pois são alcançados por poucas e frustrando muitas. Acredito que a linha plus-size ganhou um grande espaço, mas sei que pode ser muito mais explorada. Adorei seu post!!
    Beijos

    www.baudasresenhas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sucesso esse post. Tema, muito bem abordado😀

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Lili, achei muito interessante e pertinente sua abordagem! Padrão é um termo inventado para desvalorizar o diferente, em lugar de celebrar! Amei! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Achei bem legal o post e acho que aqui no Brasil é difícil achar roupas que estão na moda para esse tipo de corpo em fast fashion ... uma pena.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  5. Uau! Amei seu post e a forma como explica o termo. Realmente vivemos em meio a muito preconceito. Me fez lembrar de uma pesquisa científica feita recentemente sobre o tipo de corpo mais bonito e o corpo não é magro. É gordo e lindo! Parabéns pelo post! Pequenas coisas ajudam a remover esse preconceito não assumido da população que se auto sabota. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Amei o post! Adorei a forma que vc abordou o assunto.
    Hoje em dia é um sacrifício achar roupas para quem não faz parte do padrão imposto pela sociedade. Na Marisa por exemplo, eu compro blusinha tam G pq a tam P deles parece ser infantil. Acho um absurdo isso! Bjs

    ResponderExcluir
  7. Amei demais o post, você resumiu bem um tema muito importante que é o "falso" padrão, esse padrão que a sociedade nos impõe por tanto tempo e que graças a Deus estamos nos informando e nos empoderando! Eu amei DEMAIS os looks <3

    www.natabreu.com

    ResponderExcluir
  8. Amiga, que assunto mara vc abordou! Muito bem explicado 👏
    Adorei, Bjos 😘

    ResponderExcluir
  9. Excelente assunto Lili!! O tema foi muito bem explicado, gostei muito da resenha.
    A sociedade precisa aceitar a realidade de hoje e parar de iludir o que o mundo da moda nos mostra.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Oi. Nunca vi ninguém abordar este tema tão bem quanto você fez, meus parabéns. Eu importo roupas dos EUA por encomenda todos os meses e moda plus size é algo que sai bastante exatamente pelo motivo que que você descreveu. As roupas Plus aqui no Brasil são básicas e não seguem os padrões internacionais. Além da Forever tem muitas outras lojas bacanas que investem na moda Plus Size. Sucesso.
    http://outletdasmarka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ótimo post, lindona. Infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade cheia de padrões, mas acredito que o essencial é nos sentirmos felizes da maneira que estamos, e o resto é resto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Adorei seu post!
    Sou plus size e sinto bastante dificuldade na hora de comprar roupa. Gosto muito das peças da Forever 21, mas a linha Plus Size acho só em Campinas...
    Beijos

    Blog|Canal

    ResponderExcluir
  13. Adorei o post, super bem escrito e sim, a moda Plus esta cada dia mais ganhando seu espaço e é muito bom ver que as marcas estão se preocupando mais com todos os públicos
    Beijos.
    http://www.segredosdacahlima.com/

    ResponderExcluir
  14. Até hoje não entendi porque existem padrões para moda e beleza, mas enfim...
    A Pati Quental arrasa, acompanho o blog dela. Vou lá conhecer as outras blogueiras que vc indicou.
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Lilica, no meu caso, meus pais queriam que eu comesse bastante. Para eles os magros passavam fome, acredita?
    Seu post está ótimo! Concordo com você, cada pessoa deve se amar do jeito que é, aceitar o seu biotipo.
    Essas modelos são lindas!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  16. Que post mais lindo diva. Sou apaixonada pelas modelos plus size. Simplesmente arrasam e que a moda abra mais e mais espaço para a moda plus size, se vestir bem é um direito de todas.
    Amei o post.

    ResponderExcluir
  17. Arrasou no post!

    Somos lindas sim! Não importa o tamanho que vestimos.
    Eu sou plus size e sinto dificuldade em comprar roupas. Pena que Forever 21 só venda plus size em Campinas.

    Beijinhos,
    Aline Magalhães
    Alineland

    ResponderExcluir
  18. GOSTEI MUITO DO POST, POIS CRESCEMOS OUVINDO QUE SO QUEM TEM CORPO BARBIE É BONITO. AMEI SABER DE LOJAS QUE VENDE ROUPAS BONITAS.
    BJS

    http://christine-blogdosligados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Gostei muito do seu post, parabéns! Somos todas lindas, somente temos que aprender a usar melhor peças que irão nos valorizar. Beijão #Luma 😘

    ResponderExcluir
  20. Esse post é exatamente tudo de bom! Não é um corpo Barbie que está na moda e sim como nós se valorizamos a cada dia! Amei cara. Post show.

    www.voudemakerosa.com

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Lilica, que texto mais maravilhoso! Penso da mesmíssima maneira, mas como não é meu lugar de fala, raramente eu expresso minha opinião. Mas você falou de forma clara e direta. O importante é a gente se amar, no final das contas! <3 Adorei! Muito bom, o texto. Beijão,

    www.eternatpm.com.br

    ResponderExcluir
  23. Que roupas maravilhosas! Amei todas hehe
    Bjinhos e byebye

    ResponderExcluir

© BL Design - 2016/2017. Todos os direitos reservados || Tudo aqui é feito com amor.
Criado por: Bianca Layouts ♥ EXCLUSIVO! ♥ .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo